voltar

Ford Fusion Hybrid evolui na condução autónoma

A Ford continua empenhada na sua pesquisa de veículos autónomos e revela agora a evolução do Fusion Hybrid que serve de ‘laboratório’ de testes para a nova tecnologia de condução autónoma. A marca de Detroit garante melhorias significativas deste modelo ao nível do sistema de condução, a par dos elementos mecânicos que foram igualmente dinamizados.

Fruto do seu trabalho recente, a Ford garante que um dos pontos mais evoluídos deste seu novo Fusion Hybrid, que na Europa é vendido como Mondeo Hybrid, é o sistema de gestão elétrica de todo o lado autónomo, aproximando-se da sua versão de produção.

De igual forma, os sensores LIDAR foram melhorados, reposicionados e registam agora um campo de deteção melhorado, com a marca a indicar que, agora, basta dois sensores para fazer o trabalho que anteriormente era efetuado por quatro sem que exista uma perda de dados importantes.

A Ford aponta dois elementos fundamentais para a criação de um veículo autónomo: a plataforma do veículo autónomo, que não é mais do que uma versão melhorada de um modelo de produção, e o sistema de ‘condutor virtual’, este último com um enorme salto na forma de captação de dados, tal como já se referiu, e no seu tratamento.

A própria gestão de inteligência artificial do sistema autónomo foi melhorada, apontando agora a uma atitude mais próxima à dos condutores humanos, mas sem os erros destes, apontando a um nível de automação de condução de nível SAE 4.

Este nível de autonomia dos veículos prevê uma eficácia de condução sem necessidade de intervenção humana (mas com uma pessoa sempre no lugar do condutor a atuar como supervisor), devendo chegar ao mercado em 2021, de acordo com os planos da Ford. Contudo, não serão comercializados, mas sim utilizados para fins de partilha de veículos a partir de uma plataforma dedicada.

Fonte: revistacarrosemotores.com

Pedir informações

Agende a sua visita à nossa oficina.

da maneira mais fácil

Agendar visita agora

Ofertas